Como manter a piedade em ambientes impiedosos!

Texto: Daniel 6: 1-23



Introdução

Satanás sempre trabalhou e trabalha no sentido de desviar nossa mente e coração de Deus, por isso não é fácil manter um testemunho vibrante de justiça e piedade; principalmente quando estamos fora do ambiente familiar ou da Igreja. Estamos vivendo um tempo muito difícil, mas precisamos nos despertar para vivermos o evangelho em todo lugar mesmo que nos custe a vida. Descobriremos através da experiência de Daniel como viver a fé em ambientes contrários; como ser crentes em lugares não cristãos; ou ainda, como dar testemunho entre os incrédulos, em casa, no trabalho ou na escola. Dez mil judeus, Teistas, haviam sido levados de sua terra para a babilônia, país politeísta. Neste grupo estava um adolescente que tinha cerca de 14 anos de idade e que devia tornar-se uma das pessoas de maior influência de sua época, trata-se de Daniel. No primeiro capitulo de seu livro, Daniel enfrentou um teste físico. Embora fosse mais fácil agir de acordo com as conveniências, ele se recusou contaminar-se a comprometer suas convicções espirituais. “Propôs em seu coração não se contaminar com as iguarias do rei, e nem com o vinho que ele bebia” 1:8 No segundo capitulo, ele enfrentou um teste mental, a interpretação do sonho do rei. Pediu a seus amigos para orar por ele enquanto interpretava o sonho; e quando teve sucesso, deu glórias a Deus por sua vitória. 2:16-20. No terceiro capitulo Daniel enfrentou um teste espiritual. Contava a esta altura com 80 anos de idade. Havia aprendido que o sucesso dependia da escolha e não do acaso. Sua vida espiritual havia atingido um nível muito elevado, porque tinha permitido Deus orientar a sua vida afim de dar bom testemunho. Foi quase obrigado a deixar de orar, o que fazia três vezes ao dia. Como conseguiu manter sua piedade, sua crença, em ambientes tão ímpios? Eis o segredo que vamos desvendar agora.

I- Daniel venceu conservando sua reputação


Daniel reconhecia que o caráter era importante. E isso chamava atenção de todos que viviam ao seu redor. “Então o mesmo Daniel sobrepujava aos presidentes e aos sátrapas; porque nele havia um espírito excelente; e o rei pensava em constituí-lo sobre todo o reino” 6:3. Era visível em Daniel algo muito especial, ele brilhava em sua reputação. Tinha grande consideração no palácio, pelo estilo de vida que vivia…. Era um crente, trabalhando entre pessoas não crentes, mas que tinha uma vida sem mancha, sem defeito, pois sabia viver a fé. Sua libertação da cova dos leões foi realizada por Deus e seus anjos, visto que encontrou inocência em sua vida. V.22. Ninguém podia encontrar em Daniel qualquer falha, pois era de boa reputação. Uma das formas como podemos vencer na vida é zelando pela nossa reputação. É importante saber o que as pessoas dizem e pensam a nosso respeito. Precisamos levar a sério a vida cristã. E como é triste quando um cristão é chamado de mentiroso, desonesto,aproveitador,etc. Precisamos estar preocupados com nosso testemunho onde moramos! Manter em dia nossos negócios! É hora de pensarmos com mais seriedade sobre nossa reputação. Precisamos nos preocupar com o que os outros pensam de nós. Não podemos nos conformar em viver com o caráter manchado, é hora de despertarmos para um bom testemunho diante das pessoas. A reputação é muito importante.

II- Daniel venceu conservando corretas suas prioridades

Daniel reconhecia que a despeito de tudo que podia acontecer, a comunicação com Deus através da oração precisava ser mantida. “Daniel, porém, quando soube que o decreto estava assinado, entrou em sua casa e três vezes ao dia se punha de joelhos e orava, e dava graças, diante de seu Deus, como também antes costumava fazer. Então aqueles homens foram juntos e encontraram Daniel orando e suplicando diante de seu Deus.” V.10,11. Não podemos esquecer que para ser cristão é necessário ter prioridades; e o crente precisa conservar corretas suas prioridades, o contrário não funciona. Ser cristão sem ter Deus como prioridade é o mesmo que ser incrédulo. Deus precisa estar em primeiro lugar em nossas vidas. Henry Drumond disse: “Não toques no cristianismo, a menos que você esteja disposto a colocá-lo em primeiro lugar…eu lhe prometo uma existência miserável se você o buscar em segundo lugar.” Deus tem sido prioridade para você? O motivo de muitas pessoas estarem vivendo uma vida desgraçada é o fato de não colocar Deus em primeiro lugar. Quantos estão vivendo uma vida lastimosa, miserável, porque nunca colocaram Deus em primeiro lugar em suas vidas…não buscam a direção de Deus para resolver seus problemas e muito menos para tomar as decisões na vida. Depois não adianta chorar, é tarde demais. Se você deseja ser um vencedor, coloque Deus em primeiro lugar em sua vida. Faça como Daniel, que não teve medo do decreto do rei, pois sabia em quem tinha crido, conhecia Deus pessoalmente. Sabia que sua decisão havia sido tomada em oração e sabia que Deus estaria com ele em todos os momentos de sua vida. Quando obedecemos a Deus não precisamos temer o que nos possa fazer o homem.

III- Daniel venceu servindo a Deus continuamente

Por servir a Deus continuamente foi condenado à cova dos leões. “Então o rei ordenou que trouxessem Daniel, e o lançaram na cova dos leões. E, falando o rei, disse a Daniel: O teu Deus a quem tu continuamente serves, Ele te livrará. E foi trazida uma pedra e posta sobre a boca da cova, e o rei a selou com o seu anel e com o anel de seus grandes, para que não se mudasse a sentença acerca de Daniel” 16,17. Sem dúvida, o rei reconhecia o poder do Deus de Daniel, sabia que Deus o havia de socorrer na hora da angústia…O rei havia caído em uma emboscada de seus oficiais que tinham ciúme de Daniel e sua integridade. Era visível na vida de Daniel a presença de Deus. “O rei passou a noite em Jejum…e fugiu dele o sono. E pela manhã cedo se levantou e foi com pressa à cova e chamou por Daniel com voz triste; e falando o rei disse: Daniel, servo do Deus vivo! Dar-se-ia caso que o Deus a quem tu serves continuamente, tenha podido livrar-te dos leões?” v.18-20. Algumas pedras podiam fechar Daniel na cova dos leões, mas não puderam fechar Deus do lado de fora. Ele servia a Deus continuamente e isso agora estava confirmado em sua experiência. E o verso 23 diz que não se achou em Daniel lesão alguma, porque ele havia confiado em Deus. Esta é uma característica que está faltando em nossos dias – confiança. Para vivermos uma vida sem lesão precisamos buscar ao Senhor continuamente. E parece-me que aqui está a maior dificuldade do povo de Deus. Falta Constancia, continuidade! Pois muitas pessoas estão vivendo como as nuvens, sempre levadas pelo vento, ora estão aqui, ora ali. Há período de busca e período de abandono, de negligência completa. E, é exatamente no período da negligência que o caráter se mancha, que o testemunho muda de cor… Para vivermos uma vida piedosa, séria, precisamos buscar ao Senhor continuamente, e não apenas nas horas difíceis da vida. O segredo da vitória de Daniel estava em sua constância, pois buscava ao Senhor continuamente. E isso era notado até pelo rei.

Conclusão

Nossas decisões determinam nosso destino! Quando estamos dispostos a permitir que Jesus tenha o primeiro lugar em nossa vida, Ele nos ajudará a manter um bom testemunho mesmo em ambientes que sejam contrários a fé cristã. Precisamos cooperar com Deus para que nos ajude a sermos luz. Cabe aqui uma análise em nossas vidas. Como temos vivido nossa fé? As pessoas que estão perto de nós sentem a presença de Deus em nossas vidas? Se queremos que isso aconteça, precisamos viver como Daniel. A falta de compromisso com o testemunho cristão mostra a falta de compromisso com Deus. O mau testemunho e os escândalos são prova de como os cristãos deste tempo estão vivendo longe de Deus. A vida de Daniel se constitui um desafio para todos nós, se queremos que Deus nos acompanhe em nossa jornada; precisamos orar diariamente; precisamos ter cuidado com nossa reputação; com nossas prioridades e com nossa comunhão continua. Jesus nos ensinou algo semelhante: “Mas buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e todas as demais coisas vos serão acrescentadas.” Mateus 6:33. Não podemos nos conformar com este mundo, mas viver o evangelho. Romanos 12:1,2. É nossa responsabilidade fazer Deus conhecido onde vivemos, assim como Daniel o fez na Babilônia.

Pr. Cirino Refosco
cirinorefosco@pibja.org

No comments yet... Be the first to leave a reply!

mais sermões