Tag Archives: qualidade

A Sabedoria

A sabedoria é a qualidade ideal ou excelente, na esfera do intelecto, com suas faculdades de conhecimento e julgamento. A sabedoria é a virtude preeminentemente do intelecto, do lado intelectual de nossa natureza. É o hábito da mente sã ou inteligência bem treinada, para por claramente diante da alma o verdadeiro ideal moral para ser atingido e os meios justos de alcançá-lo. A sabedoria é o único tesouro que não precisamos esconder dos ladrões. Por isso a Bíblia nos exorta a buscar com todo afinco a sabedoria, pois ninguém a tomará de nós. E Napoleão Banaparte, um dos maiores conquistadores do mundo, pois com apenas 23 anos de idade havia dominado o mundo conhecido de sua época, disse: “A verdadeira sabedoria das nações é a experiência”. Falar da importância da sabedoria é falar do que a Bíblia fala. Este livro é cheio de sabedoria e de orientações de como adquiri-la. Podemos citar inúmeros textos que falam da importância dessa virtude..

Leia mais

Jesus – o Senhor da qualidade

Qualidade é característica de uma determinada coisa. Qualidade significa o melhor que se pode fazer, o padrão mais elevado de desempenho- excelência. Qualidade pode ser descrita como a adequação de um produto/serviço às necessidades de uso e a satisfação às expectativas do usuário/cliente. “Qualidade consiste na capacidade de satisfazer desejos…”.
A globalização e o mercado cada vez mais competitivo, fazem com que o processo de melhoria da qualidade de produtos e serviços seja vital para as empresas que queiram sobreviver.
Um aspecto interessante da qualidade é que não basta que ela exista. Ela deve ser reconhecida e medida pela satisfação do cliente. A construção de um produto começa portanto com as necessidades dos clientes.
O mundo tem sido tomado nesta última década com cursos e Congressos de qualidade total. Há empresas que trabalham ministrando cursos para outras empresas para que atinjam a qualidade total….não é suficiente ter um produto ou um serviço, é preciso que tenha qualidade. Empresas que não prezam pela qualidade total estarão falidas.
Hoje podemos entrar nas empresas que prestam serviços, como bancos e observar em quadros pendurados nas paredes a declaração de missão, bem como nas indústria e comércio.
As Igrejas também estão refazendo suas declarações de visão e de missão, procurando adequá-las às necessidades das pessoas que vivem à sua volta. “Vida total da Igreja” ou qualidade total.
Este assunto pode ser novo para a industria e o comércio, ou prestadores de serviços, mas não para a Bíblia. Jesus viveu a dois mil anos, e se apresenta como o Senhor da qualidade.
O texto que lemos fala de uma festa de casamento, que sempre foi uma atração, e muito mais nos tempos Bíblicos quando os casamentos eram eternos.
Em nossos dias o casamento está perdendo um pouco de sua atração, pela sua fragilidade. É hora da sociedade repensar o casamento, pois a promiscuidade que aí está só tem atrapalhado a vida e desenvolvimento das pessoas. Todo ser humano precisa de um lar ajustado para viver feliz.
Jesus, sua família e seus discípulos foram convidados para um casamento em Caná da Galiléia. Era costume da época servir o melhor vinho no início da festa e o de qualidade inferior quando este acabasse. Nesta festa o vinho havia acabado mesmo, e a família e também alguns convidados ficaram constrangidos com a situação. E uma destas pessoas foi Maria, mãe de Jesus – que foi até Jesus e disse: “Eles não têm mais vinho” Jesus respondeu que não havia chegado sua hora….ainda não havia começado a realização de milagres.
Com toda sabedoria e entendimento de uma boa cristã, Maria entendeu que não podia interferir no ministério do Filho, e disse aos serventes: “Fazei tudo o que Ele vos disser”
Este é o primeiro e único mandamento de Maria em toda Bíblia: Fazei tudo que Jesus vos disser. Para ser um bom cristão é necessário obedecer a Jesus…nosso desenvolvimento espiritual depende de nossa obediência a Jesus…Jo 10:27,28.
Temos algumas lições deste milagre de Jesus…

Leia mais

Discipulado

2002 foi o ano da capacitação do cristão e todos estamos ou pelo menos deveríamos estar preocupados com a capacitação dos membros do corpo de Cristo. E, sem dúvida, o Pastor é a pessoa que Deus colocou à frente da Igreja local para capacitar as pessoas que se achegam mediante a fé em Jesus. Capacitar é completar a obra. É, portanto, o principal trabalho da Igreja; é mais do que ter um grupo de pessoas no culto. Fazer discípulos é treina-los; essa é a nossa missão. Na parábola da grande ceia – texto anterior – deve ter motivado alguns a encherem a casa sem critérios, e outros se engajaram sem avaliar a seriedade do discipulado. Veja que nesta parábola fez uma afirmação “Bem aventurado aquele que comer pão no reino de Deus” E Jesus contou a parábola da grande ceia. Onde certo homem mandou convidar as pessoas para uma ceia. Não obstante, todos começaram a escusar-se…cada um tinha sua desculpa. E então ordenou aos servos que saíssem depressa pelas ruas e becos da cidade e devia trazer os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos. Mas percebeu que ainda havia lugar. Então ordenou aos servos que saíssem pelos caminhos e atalhos e que obrigassem a todos a entrar, até que a casa ficasse cheia….Casa cheia é o que almejamos….casa cheia é nosso desejo…. Mas não podemos confundir a graça que a todos convida com o liberalismo que ai está, promovido por um discipulado frouxo. No texto que lemos como base para nossa meditação revela que há critérios para quem deseja seguir Jesus. A parábola da ceia apresenta o convite para a salvação e esse texto é um convite para a capacitação, para o discipulado. Nem todas as pessoas que estão na Igreja são discípulos de Jesus. Discípulo é aquele que aprende, assimila e segue os conselhos do mestre com disciplina, visando aplicar os conhecimentos adquiridos de modo prático e eficiente em consonância com o aprendizado ministrado. Ser discípulo é mais do que aprender – assimilar – praticar mecânico – é viver. O aprendizado capaz de mudar a nossa vida é aquele que advém das experiências diárias. A palavra discípulo no grego, significa aprendiz, aluno. E a relação entre mestres e discípulos era uma característica comum do tempo antigo, ou do mundo antigo, onde os filósofos gregos e os rabinos judeus reuniam em torno de si grupos de aprendizes. No novo testamento a palavra tem a mesma conotação e significa em geral, aqueles que aceitavam os ensinos de outro. “Vieram, depois, os discípulos de João e lhe perguntaram: Por que jejuamos nós e os fariseus, e teus discípulos não jejuam?” Mat. 9:14. Portanto, capacitação é discipulado. E o Brasil Batista está empenhado este ano com o discipulado. Há pastores reconhecendo que nunca foram discipulados, e que precisam ser discipulados para fazer isso em suas Igrejas. Há grupos de discipulado em toda parte…

Leia mais