Objetivos da Igreja de Cristo

Mateus 16.13-18

De vez em quando precisamos recordar os objetivos da Igreja de Cristo enquanto vive aqui na terra. Dentre as mais nobres instituições deste mundo, a igreja é, sem dúvida, a única que é eterna, imutável e gloriosa; a igreja constrói para a eternidade; forma cidadãos para este mundo e também para o céu. Enquanto a maioria das instituições ou organizações preparam para esta vida e o máximo que conseguem ver é um cemitério à frente, a igreja prepara para além do túmulo. A igreja prepara o indivíduo para viver a eternidade.
A igreja não foi fundada por homens, mas pelo próprio Jesus, que pagou o preço para torná-la gloriosa, sem mácula nem ruga, mas santa e irrepreensível; ainda prometeu voltar para buscá-la e leva-la para junto do Pai. Que fazer quando a igreja tem sido atacada de todos os lados pelo misticismo, secularismo e tantas tendências que a fazem distanciar do Salvador? Como defende-la da indolência, da indisciplina e da frouxidão de caráter? Como ajudar nesse tempo de desrespeito às doutrinas neo – testamentárias, quando o pecado tende a manchar seu caráter espiritual? Não podemos cruzar os braços, não podemos deixar de combater o pecado.
Uma das principais tarefas é saber o que é igreja. Cometemos um dos mais graves erros quando chamamos prédio de igreja. Jesus não morreu por estruturas materiais, morreu por pessoas. Igreja é gente. É um grupo de pessoas que se reúne para adorar a Deus, proclamar o Evangelho, discipular, treinar e ajudar pessoas.
Na versão Almeida, século 21, encontramos 610 versículos com a palavra templo; sendo 532 vezes no Velho Testamento; 44 vezes nos evangelhos; 29 vezes no livro de Atos; 4 vezes nas cartas paulinas e 1 no apocalipse; todos se referindo ao local de adoração, culto ou sacrifícios como acontecia com o povo Judeu no Velho Testamento e em povos pagãos que viveram períodos anteriores ao cristianismo e em alguns povos até hoje. A seguir destacamos algumas dessas referências encontradas no Novo Testamento: “…colocou-o na parte mais alta do templo… (Mt. 4.5); …entrou no templo e expulsou todos que ali vendiam e compravam… (Mt. 21.12); …tendo Jesus saído do templo… (Mt. 24.1); …Jesus entrou em Jerusalém e foi ao templo… (Mc. 11.11); …e andando Jesus pelo templo, os principais sacerdotes aproximaram-se dele… (Mc.11.27); …enquanto estava no templo… (Mc.12.35); …quando saia do templo… (Mc. 13.1); …em frente ao templo… (Mc. 13. 3); …sentado no monte das oliveiras, em frente ao templo… (Mc. 13.5); …movido pelo Espírito foi ao templo… (Lc. 2.27); …ela não se afastava do templo… (Lc. 2. 37); …três dias depois, eles o acharam no templo… (Lc. 2.46); …de manhã cedo, ele voltou ao templo… (Jo 8.2); …ensinarei nas sinagogas e no templo… (Jo 18.20); …todos os dias no templo… (At. 2.46); …Pedro e João subiram ao templo… (At. 3.1); …então começou a andar e entrou com eles no templo… (At. 3.8); …pedindo esmolas à porta Formosa do templo… (At. 3.10); …ide, apresentai-vos no templo… (At. 5.20); …todos os dias no templo e de casa em casa… (At. 5.42); …mas o Altíssimo não habita em templos feitos por mãos humanas… (At. 7.4)”.
Na mesma versão, Almeida século 21, encontramos 107 versículos com a palavra igreja, referindo-se a um grupo de pessoas, ainda que universal ou local. Nos evangelhos 2 vezes; em Atos 19 vezes; nas cartas, epistolas e no apocalipse 86 vezes. A igreja local é um corpo de cristãos batizados mediante a fé em Jesus Cristo e que se reúnem para juntos cumprir a Grande Comissão. Veja na lista algumas referências: “…edificarei a minha igreja…. (Mt. 16.18); …dize-o à igreja… (Mt. 18.17); …grande temor tomou conta da igreja… (At. 5.11); …perseguição contra a igreja… (At.8.1); …assolava a igreja… (At. 8.3); …a igreja desfrutava de paz… (At. 9.31); …a notícia chegou aos ouvidos da igreja em Jerusalém… (At. 11.22); …o rei Herodes decidiu matar alguns da igreja… (At. 12.1); … mas a igreja orava a Deus… (At. 12.5); …na igreja havia profetas e mestres… (At. 13.1); …quando chegaram e reuniram a igreja… (At. 14.27); …eles, acompanhados pela igreja… (At. 15.3); …pareceu bem à igreja… (Rm. 15.26); …serva da igreja em Cencréia… (Rm. 16.1); …Cumprimentai também à igreja… (Rm. 16.5)”.
Quais são os objetivos da igreja nesse mundo? Ou quais as razões de Jesus ter formado a igreja? Pelo menos 4 principais.
I. A Expansão do reino de Deus.
Em várias ocasiões Jesus demonstrou sua preocupação com a expansão do reino de Deus. “E aproximando-se, Jesus falou-lhes dizendo: ….. Mt. 28.18-20. E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim. Mt. 24.14. Mas recebereis poder ao vir sobre vós o Espirito Santo e então sereis minhas testemunhas …. At. 1.8.” Jesus insiste com a expansão do reino de Deus. E isso será feito de 3 formas:
1.Diretamente pela igreja. Isto é, pelos próprios membros da igreja saindo para pregar o evangelho. Aquele que pouco semeia, pouco colherá……. Esse desprendimento nos é apresentado pela igreja de Antioquia: “E eles sendo acompanhados pela igreja, passavam pela Finícia e por Samaria, contando a conversão dos gentios; o que dava grande alegria a todos os irmãos. E quando chegaram a Jerusalém foram recebidos pela igreja, pelos apóstolos e pelos anciãos, e lhes anunciavam quão grandes coisas Deus tinha feito com eles” At.15. A igreja só avança quando todos seus membros têm responsabilidade com a proclamação do evangelho. É necessário assumir nosso posto como cristãos… e anunciar aos parentes, vizinhos, amigos, indo até aos confins da terra.
2.Enviando Missionários. Onde não podemos ir, precisamos enviar missionários. “E servindo eles ao Senhor e jejuando disse-lhe o Espirito Santo: Separai-me a Saulo e Barnabé para a obra que EU os tenho chamado. Então Jejuando e orando e impondo sobre eles as mãos, os despediram”. At. 13.2-3. Feliz é a igreja que sabe dar prioridade à obra missionária. Feliz a igreja que vê nas missões o plano de Deus para alcançar o mundo. A igreja que se envolve com missões é forte, dinâmica e vitoriosa.
3.Sustentando seus ministérios. Quando sustentamos os ministérios de nossas igrejas também estamos contribuindo para expansão do reino de Deus. “E sabeis vós ó Filipenses, que no princípio do evangelho, quando parti para a Macedônia, nenhuma igreja comunicou comigo quanto ao dar e receber, senão vós somente ….” Fp. 4.16, 17. “Sustentai as cordas enquanto eu desço à mina – foram as palavras de William Carey, num vibrante discurso, onde procurava convencer os seus ouvintes sobre a necessidade de investir em obreiros para o trabalho missionário”. Precisamos investir no sustento daqueles que labutam na causa, que deixam tudo para atender um chamado Divino. Não se esqueçam de dar o melhor àqueles que vos servem.
II. Conservar intactas as doutrinas Bíblicas
Paulo disse: Por isso vos enviei Timóteo, o qual vos lembrará os meus caminhos em Cristo, como por toda parte ensino em cada igreja. Tendo sido considerado um dos mais influentes apóstolos, Paulo teve o cuidado de não se apresentar como o criador de suas próprias doutrinas, mas fez da pessoa e ensinos de Cristo o centro de sua mensagem. Nenhum pregador tem o direito de mudar o sentido aquilo que está escrito nas sagradas escrituras; nenhum pode tirar ou acrescentar coisa alguma. Ninguém tem o direito de apresentar interpretações falsas para mudar o sentido do ensino bíblico e nem fazer arranjos nas doutrinas bíblicas para proteger doutrinas humanas.
Precisamos aprender a ler a Bíblia como ela é, tirando os óculos denominacionais. Quanto mais fiéis ao texto, melhor a interpretação e melhor cumpriremos nossa missão no mundo. Mais feliz seremos como igreja de Jesus Cristo. Precisamos conservar intactas as doutrinas Bíblicas.

III…Alimentar a vida espiritual do povo de Deus.
Como precisamos de água para saciar a sede, do ar que respiramos, alimento para o sustento do organismo, também precisamos da Palavra de Deus para nos alimentar a Alma. “Jesus disse: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda Palavra que sai da boca de Deus.” Mt. 4.4.
Jesus formou a igreja que tinha como um dos objetivos o cuidado com as pessoas. A igreja provê o alimento aos seus membros. Dá assistência espiritual a seus membros à altura de suas necessidades. É preciso que o Pastor se dedique ao ensino; que os líderes cuidem da igreja e que também haja cuidado mutuo. Igreja é uma família que desenvolve cuidado mutuo. “Perseverando unânimes todos os dias no templo e de casa em casa, e comendo juntos com alegria e simplicidade de coração, louvando a Deus e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias o Senhor acrescentava à Igreja aqueles que iam sendo salvos” At. 2.46, 47.
Que responsabilidade temos como igreja do Senhor Jesus! Alimentar a vida espiritual das pessoas, não apenas os cristãos, mas todos. A Igreja aponta para Jesus, única esperança. A igreja é a voz profética nesse tempo quando quase não se ouve sobre a Bíblia.
IV. Preparar o mundo para a volta de Cristo.
Qual esperança messiânica alimentada por Israel durante séculos pelos profetas, assim também a igreja desempenha um importante papel nesse tempo. O mundo vive em desespero, sem qualquer esperança quanto a eternidade. Onde estão aqueles que deveriam anunciar o segundo advento de Cristo? Onde aqueles que deveriam estar preparando o mundo para volta do seu Senhor? Precisamos cumprir nosso papel.
“Jesus disse: Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós”. Quarenta dias após a ressurreição, estando ele reunido com muitos discípulos, foi elevado as alturas, e enquanto estavam olhando para o céu, ouviu-se uma voz de dois anjos que diziam: “Varões Galileus! Por que estais olhando para o céu? Esse Jesus que foi recebido em cima no céu, há de vir, assim como para o céu o viste ir”.
Não sabemos dia e nem hora em que voltará, mas temos a esperança que voltará num piscar de olhos. Precisamos estar preparados pois há dezenas de profecias que apontam para esse dia. Qual noivo, vira para buscar sua noiva amada, a igreja, e então dirá: “Vinde benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo”.

Aí estão alguns objetivos para igreja de Cristo alcançar aqui na terra. Aqui algumas das razões de sua existência no mundo.

No comments yet... Be the first to leave a reply!

mais sermões
anúncios