Desperta os dons que há em ti

Texto: I Coríntios 12:31 e II Timóteo 1:6



Introdução

O assunto não é dos mais fáceis, mas está presente no Velho e Novo Testamento. Baseia-se no fato de Deus usar pessoas para determinadas atividades no seu reino. Ele sempre escolheu pessoas para realizar sua obra, pessoas certas para os lugares certos. E o reino se desenvolve assim. Os dons existem, mas precisam ser despertados em nós….cada crente precisa tomar consciência de seu dom ou dons e coloca-los em prática. A palavra dom vem do grego –Karismata, que significa dádiva, presente, graça; daí dizer-se que os dons espirituais são dons da graça divina. Há distinção entre dons espirituais e talentos. Talentos são aptidões que o homem possui para o exercício de determinadas funções, podem ser chamados de vocação. Todos têm talentos ou vocação. Dons espirituais tem outro sentido, são dons da graça divina, presente dados por Deus aos seus servos, para que sejam usados para edificação do corpo de Cristo, a Igreja. O DOM do espírito é a concessão do espírito santo, recebido na conversão. Os dons espirituais têm por objetivo qualificar o cristão para o serviço no reino de Deus. Enquanto o DOM do espírito faz da pessoa um cristão mediante a fé em Jesus Cristo, muda o caráter espiritual do indivíduo. O recebimento do Dom do espírito é também chamado de batismo do espírito santo.

I- Qual a finalidade dos dons espirituais?


A Bíblia é clara ao colocar os propósitos divinos para a capacitação dos santos com os dons Espirituais. Para que nos são concedidos os dons espirituais? 1-PARA GLORIFICAR A DEUS. O objetivo maior no uso dos dons espirituais, está em glorificar o nome do Senhor. Tudo que realizamos deve ter esse objetivo. Todo verdadeiro cristão, tem um dom ou conjunto de dons e deve trabalhar no reino de Deus para glorificar o nome de Deus. O valor da vida de um cristão é determinado pelo uso que ele faz daquilo que Deus lhe deu; é determinado pelo uso dos dons. A Igreja de Corinto não havia entendido esse propósito, e alguns se consideravam superiores aos outros, e na verdade usavam os dons espirituais para exaltação pessoal e não para exaltação de Deus. 2-PARA EQUIPAR OS MEMBROS DO CORPO DE CRISTO. A Igreja de Cristo, como agência de seu reino, necessita de elementos capacitados pelo Espírito Santo para a realização da obra que a ela compete. Essa capacitação, que vem através dos dons espirituais, só podem ser concedidos pelo Espírito Santo à pessoas que já experimentaram em suas vidas a obra da regeneração. Os dons espirituais são dados à pessoas regeneradas pelo sangue do cordeiro, que já receberam o DOM do Espírito. 3-PARA EDIFICAR A IGREJA. “Ele deu uns para apóstolos, e outros como profetas, tendo em vista o aperfeiçoamento dos santos… para edificação do corpo de Cristo…Efésios 4:11,12. E Paulo ainda recomenda “Assim também vós, já que estais desejosos de dons espirituais, procurai abundar neles para edificação da Igreja”. I Cor. 14:12. A Igreja de Jesus precisa de homens e mulheres capacitados pelo Espírito Santo para a realização da obra no reino. E essa capacitação vem através dos dons espirituais.

II- Não entender a doutrina dos dons espirituais trás problemas para a Igreja

Esta é uma das mais importantes doutrinas da Igreja. Como uma Igreja pode realizar seu trabalho se não entender e nem praticar os dons espirituais? Por outro lado, a compreensão errada têm enfraquecido e destruído algumas Igrejas. Um grande número de divisões de Igrejas aconteceram e acontecem por erros de interpretação da doutrina dos dons espirituais. Uma grande parte das seitas que estão surgindo, se deve ao mau uso dos dons espirituais…cada uma se fundamenta em cima de um dons. E como fica então a edificação do corpo como um todo? Em outros casos, quando desperta em um membro da Igreja um dom ao invés de usar para edificação da Igreja, divide a Igreja e fundamenta suas doutrinas em cima desse dom. Então não há edificação da Igreja, há sim enfraquecimento. Esse é um dos maiores problemas da Igreja nas últimas décadas. Não entender o ensino bíblico a respeito dos dons espirituais trás sérios problemas para a Igreja. Pois os dons são importantes e se completam entre si edificando a Igreja. Esse ensino, quando praticado contribui para o louvor e a glória de Deus e para o aperfeiçoamento dos santos em amor. E Paulo escreveu “A respeito dos dons, não quero que sejais ignorantes”. Lamentavelmente os Corintios estavam se portando como tais. Ser ignorante não é apenas não saber, mas também abusar do que não entende. E Paulo os chamou de ignorantes nesse sentido. Os Corintios não entenderam a importância e o significado dos dons espirituais, como tantos em nossos dias. A grande diferença entre Batista, Pentecostais e Neo-pentecostais está no entendimento do que é DOM do Espírito e dons espirituais e como usá-los.

III- A importância dos dons espirituais

1- Os dons espirituais constituem um doutrina excelente, ocupa na Bíblia um lugar de destaque. È uma doutrina que conduz a Igreja para um trabalho vitorioso, de grandeza e de grande alcance. Então precisamos estudar sem medo. A Igreja precisa conhecer esta doutrina com clareza, e não terá dificuldades diante de tantos grupos que surgem a cada dia. 2- A doutrina dos dons espirituais engrandece a soberania de Deus. Reconhecemos sua soberania, cantamos que Ele é soberano, e cremos que Ele é soberano em tudo que faz. É ELE que através de seu Espírito Santo proporciona aos crentes o privilégio de desfrutar da benção de possuir dons espirituais que visam a glória Dele e a edificação do corpo de Cristo. 3- A doutrina dos dons espirituais é valiosa para o crescimento da Igreja. O propósito dos dons não é o de tornar um crente mais importante do que o outro, mas sim, fazer com que todos os crentes sejam abençoados uns através dos outros. 4- Esta doutrina é de suma importância para cada crente, pois ao converter-se recebe o Espírito Santo, é batizado com o Espírito Santo “Em quem vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho de vossa salvação e tendo nele crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa.” Ef. 1:13. Ainda temos o privilégio de buscar com zelo os melhores dons, ou seja, aqueles que mais trazem edificação para a Igreja. E Paulo exortou a Timóteo “desperta o dom que há em ti”. Isso mostra que todo crente tem dons espirituais que precisam ser despertados, porque estão adormecidos, esquecidos, deixados de lado, negligenciados,etc.

Conclusão

Os dons espirituais são instrumentos para serem usados no serviço cristão (Ef. 4:11,12). O exercício dos dons espirituais deve trazer união à Igreja (Ef. 4:12b e 13b). O exercício dos dons espirituais traz amadurecimento à vida dos crentes (Ef. 4:13-15). O exercício dos dons espirituais traz crescimento à Igreja através de um trabalho realizado em harmonia (Ef. 4:16). Desperta o dom que há em ti- no grego anazopurô – que significa “fazer o fogo subir com vida”. Paulo queria dizer a Timóteo “reaviva a chama que foi colocada em ti, o dom (carisma). Eu te exorto a fazer arder esta chama até ficar brilhante no teu interior. O propósito desta mensagem é levar cada crente a reavivar a chama, o dom especial que o Senhor lhe outorgou afim de faze-lo útil à obra do Senhor. O dom é como um fogo, mas se ele não for alimentado está sujeito a diminuir e apagar. É necessário que cada crente se conscientize de que grande serviço poderá prestar à causa de Cristo, se ele souber fazer o fogo nele acendido subir com vida. Como disse Luiz de Camões em seu trabalho “Líricas”: O amor é um fogo que arde sem se ver. Na relação de amor entre Deus e o ser humano não só sentimos o fogo da paixão Divina, como também vemos esta chama, a partir de atitudes provenientes da consciência deste ensino de Paulo sobre os dons espirituais.

 

Pr. Cirino Refosco
cirinorefosco@pibja.org

No comments yet... Be the first to leave a reply!


Warning: implode() [function.implode]: Invalid arguments passed in /home/storage/5/af/49/pibja1/public_html/extra/sermoesonline/wp-content/themes/headlines/single.php on line 85
mais sermões
anúncios