Aprendendo com uma derrota

Texto: Juizes 16:23-31



Introdução

Quando não aprendemos com o erro dos outros, temos que passar pelos mesmos erros. Precisamos observar as pessoas e tirar lições de seus erros e acertos. Vivemos um tempo de muitas negligências espirituais e o que ouvimos é o chavão: “Errar é humano”. Mas o pecado trás terríveis conseqüências. Todos nós corremos o risco de cometer pecados e também de sofrer as conseqüências. Por isso não podemos esquecer de um provérbio Chinês que diz: “A mais forte serpente pode ser vencida por uma multidão de formiguinhas” A vida do crente pode ser de um gigante espiritual, mas sua queda começa com errinhos aparentemente insignificantes que prejudicam toda sua vida. Alguns homens da Bíblia ficaram famosos por grandes vitórias, mas outros por grandes fracassos. Mas os que são mais lembrados e que mais nos ensinam são aqueles que juntaram os cacos de suas vidas e da derrota fizeram a vitória. E nesse caso se encontra a vida de Sansão, sua história tem muito a nos ensinar e podemos ser advertidos por sua experiência. Sansão era Nazireu de Deus, separado desde a infância para ser Juiz em Israel. Era dotado de uma força sobrenatural; não era um deus e nem semi-deus, mas um homem imperfeito como nós. Sansão se descuidou de seu compromisso para com Deus, confiou em si mesmo ao invés de confiar no Senhor. Fez grandes demonstrações de força e de uma só vez venceu mil filisteus com uma queixada de jumento. E na mesma cidade de Gaza levou as portas da cidade em seus ombros e as queimou no monte Hebrom. Mas por causa de uma mulher do Vale de Sareque, Sansão foi derrotado. Entre beijos e abraços, Dalila por três vezes, perguntou em que consistia sua força, depois de brincar, Sansão abriu seu coração para a mulher errada, que depois de cortar-lhe o cabelo, marca de seu voto de Nazireu, de sua consagração, Sansão estava prisioneiro de seus inimigos, com os olhos vazados e aprisionado. Isso é um exemplo do que acontece com as pessoas, conforme as palavras de Jesus. “Quem pratica o pecado é escravo do pecado”. Toda a cidade de Gaza jubilava eufórica em uma festa com a presença de milhares de pessoas, só em cima no telhado do templo dedicado ao deus Dagon, estavam 3 mil pessoas. E Sansão era simplesmente um palhaço, que servia de escárnio de seus inimigos. Ao chegar às colunas que sustentavam o templo, ele invocou o Senhor e como está escrito em Hebreus 11 “..da fraqueza tiraram força”. E foi nesse final de sua vida que Sansão passa para a história como um herói da fé. Algumas lições devemos aprender com a história de Sansão:

I- Devemos ser mais consagrados ao Senhor

Sansão fora consagrado ao Senhor por seus pais; fora separado por Deus e para Deus. Mas o que lhe faltou foi sua própria consagração ao Senhor. Seus pais o consagraram , mas ele não se consagrou. Foi Juiz em Israel durante 20 anos, e teve grandes vitórias sobre seus inimigos e principalmente os Filisteus. Podemos dizer que era abençoado por Deus, mas deixou envolver-se pela sensualidade de uma mulher pagã, que não tinha compromisso com Deus e muito menos com ele. E sua negligência espiritual lhe custou muito caro. Sansão estivera anteriormente envolvido com prostitutas. Juizes 16:1. E logo depois se afeiçoou a Dalila, que foi visitada pelos príncipes dos Filisteus e cada um lhe prometera mil moedas de prata para descobrir-lhe o segredo e entrega-lo. Juizes 16:5. Fingindo amá-lo, começou a insistir para que revelasse o segredo de sua força e o importunava todos os dias até que ele lhe abriu o coração. Juizes 16:6-17. Então o amarrou como fazia em suas brincadeiras, mas desta vez raspou-lhe a cabeça e então retirou-se dele a sua força, e amarrado não conseguiu quebrar as cordas, então os Filisteus lhe arrancaram os olhos e preso a cadeias de bronze girava um moinho no cárcere. Agora o homem que fora Juiz em Israel, tornara-se objeto de brincadeiras entre os Filisteus. Juizes 16:21-25. Além do mais, o Deus de Sansão fora ridicularizado e o deus dos Filisteus enaltecido. Fica aqui uma grande lição para todos: Um crente que não consagra sua vida ao Senhor, cai nas armadilhas de Satanás e se torna objeto de brincadeiras e zombarias por parte dos ímpios. Deus é ridicularizado e satanás enaltecido. E há muitos crentes brincando com suas vidas, envolvendo-se com pessoas ímpias, e em um momento poderão ser derrotados e se tornar motivo de escarneo na sociedade. Precisamos ser mais consagrados ao Senhor. Nosso corpo é o templo do Espírito Santo e precisa ser usado para honra e glória de Deus e não com sensualidade para derrubar servos do Senhor. Mulheres que se vestem com sensualidade tem sido motivo de destruição de vidas e famílias. Sensualidade é pecado!

II- Devemos ser mais determinados


Um velho pregador chamado Buddy Robinson dizia: Vou morder o diabo enquanto eu tiver dentes, e depois, se eles se acabarem, continuarei morde-lo com a gengiva até destruí-lo. Isso é determinação! Uma vez consagrados ao Senhor, temos que manter determinação constante. Os mais fortes impulsos levantam-se dentro de nós para nos afastar de Deus; e talvez o mais forte de todos os impulsos seja o sexo. Devemos lembrar que uma derrota na vida espiritual não vem repentinamente, mas como no caso de Sansão, vem como conseqüência da negligência na consagração diária a Deus. Temos que vigiar nossas fantasias, pois a área que mais tem trazido escândalos é a do sexo. Esse foi o problema de Sansão, de Davi, de Salomão e tem sido o problema de milhares de pessoas. Como Dalila importunava Sansão todos os dias, a tentação será constante para todos nós. Recuse toda e qualquer pornografia, recuse toda e qualquer aparência do mal. Pare de dar desculpas as suas concupiscências, acorde para uma vida melhor, mais consagrada ao Senhor. Não devemos usar o pecado como um brinquedo mortífero, pois o pecado pode cegar e amarrar uma pessoa. Diz a Bíblia: Como cidade derribada que não tem muros, assim é o homem que não pode conter seu espírito” Prov. 25:28. Assim é o homem que não tem domínio próprio, pois fica a mercê de seus inimigos. Devemos dominar nossos desejos, pois domínio próprio faz parte do fruto do espírito que é o resultado de uma vida consagrada ao Senhor.

III- Devemos ser mais do que vencedores

Sansão vem da palavra Hebraica “Semes” e que significa pequeno sol. Um nome muito bonito seus pais escolheram. Ele realmente brilhou como um pequeno sol. Mas sua negligência com a vida espiritual pôs fim ao seu ministério logo cedo; sua luz brilhou pouco tempo. Devemos buscar a luz do sol que nunca se apaga- Jesus Cristo, o vencedor eterno. Muitos tentaram vence-lo, apagar seu nome da história, mas todos foram derrotados. O imperador Romano, Juliano tentou vencer Jesus, mas caiu no chão dizendo “Venceste Galileu” e morreu ali, derrotado. Mas nós somos mais do que vencedores por aquele que nos amou. Jesus Cristo. Nossa vitória vem de Jesus. Sansão ainda entrou para a galeria dos heróis da fé, porque no final de sua vida reconheceu o grande erro que havia cometido e sentiu que pecado nunca vale a pena, mais cedo ou mais tarde vamos perceber que suas conseqüências são terríveis. Sansão sentiu na carne o peso do pecado, quando seus olhos foram arrancados e puxava no cárcere um moinho como se fosse um animal. Todo sofrimento fora resultado da falta de consagração em sua vida espiritual. Mas no final orou a Deus para que lhe desse mais uma oportunidade para testemunhar de Seu poder, e o Senhor ouviu seu clamor. “Ora, a casa estava cheia de homens e mulheres; e também ali estavam todos os chefes dos Filisteus e sobre o telhado havia cerca de 3 mil pessoas, que estavam vendo Sansão brincar. Então Sansão clamou ao Senhor e disse: Oh Senhor Deus, lembra-te de mim, e fortalece-me agora, só esta vez…abraçou-se pois sansão com as duas colunas do meio, em que se sustinha a casa… e bradando, disse: Morra eu com os Filisteus. Inclinando-se com toda sua força, a casa caiu sobre os chefes e sobre todo o povo que nela havia.” Deus ouviu sua voz de arrependimento, mas sua vida foi ceifada, sua luz deixou de brilhar, o pequeno sol se apagou. Assim mesmo morreu como um vencedor, pois Deus lhe perdoou e restaurou sua vida.

Conclusão

Sansão aprendeu com sua derrota, mas nós aprendemos mais com sua derrota. Não podemos de forma alguma esquecer de consagrar nossas vidas ao Senhor cada dia. Não basta que tenhamos sido consagrados por nossos pais. Não esqueçamos de lutar com determinação contra o pecado, contra satanás e contra nós mesmos, nossos instintos. Devemos lutar até alcançar a vitória final, pois Deus não habita com o pecado. Nosso desafio é viver neste mundo como heróis, pois não é dos fortes a vitória, nem dos que correm melhor, mas dos fiéis e sinceros que correm junto ao salvador. Não podemos andar sozinhos! Jesus nos convida “Tomai sobre vós o meu jugo” isto é, devemos tomar a canga, e andar com Jesus sempre e assim nunca seremos derrotados. Sadu Sundar Sing diz: O sol irradia seu calor sempre, as mudanças do dia, noite e estações não são devido ao sol, mas ao movimento da terra. Também o sol da Justiça, o Deus vivo, é o mesmo de ontem, hoje e eternamente. Se nos exaltamos em alegrias ou mergulhamos em tristezas é tudo devido à posição que tomamos para com Ele. Derrota ou vitória depende de nossa posição em relação a Deus, nunca da posição de Deus.

Pr.Cirino Refosco
cirinorefosco@pibja.org

2 Responses to “Aprendendo com uma derrota”

  1. Pr Cirinio…buscava uma esclarecimento sobre Sansao; para estudo na EBD e encontrei seu sermao. Desculpe nao me lembro do nome de sua esposa, mas sei que ela é médica. Trabalhei na JMN até 2007, no Dep. Artes. Que alegria encontrar voces. Recoimendacoes a sua esposa. Vera

  2. Rodrigo Aguiar 11. jun, 2010 at 23:16

    Ola Pastor,Gostei muito do seu sermão.Um dos maiores erro de Sansão foi na sua adolesensar em prucurar uma filisteia,como não Deu fim na sua lua de meu,ficou apaixonado pealas filistei,e morreu com elas esse e o perico desse mundo.
    Sr não nos consagrar a Deus irremos ficar nele.
    Que Deus nos de sabedoria au andar na terrar do inimigo,porque Deus nos aguarda.
    Um grande abraço.


Warning: implode() [function.implode]: Invalid arguments passed in /home/storage/5/af/49/pibja1/public_html/extra/sermoesonline/wp-content/themes/headlines/single.php on line 85
mais sermões
anúncios