Pais e filhos – direitos e deveres

Texto: Efésios 6:1-4
Introdução
Não existe direito sem o cumprimento do dever. Por isso é interessante conhecermos nossas responsabilidades antes de exigirmos os nossos direitos. Isso vale para todos as aspectos da vida, inclusive para o relacionamento no lar. Vivemos o tempo dos estatutos para defender os direitos das várias classes da sociedade. Mas ficam de fora princípios e valores que são fundamentais para o sucesso dos relacionamentos. Afirmo com segurança: a Bíblia é o melhor e mais completo estatuto que existe. É o verdadeiro estatuto da criança, do adolescente, do ancião e porque não dizer da família, pois aponta para os deveres de cada membro da família e também para os direitos. Estamos vivendo um dos períodos mais críticos para a família, pois o estado, sem competência nesta área, está opinando sobre a formação e disciplina no lar. Um estado que é incapaz de cuidar dos problemas que lhe são peculiares; como poderá opinar sobre a família. É só ver o que os filhos de nossos políticos estão fazendo. Até fogo puseram no índio Galdino em Brasília. Mas é na Bíblia que encontramos a orientação para a família, pois é o manual deixado pelo seu idealizador e criador. O destaque de nossa “era” vai para a falta de responsabilidade, tantos dos pais quanto dos filhos. Todos querem ter direitos sem o cumprimento dos deveres. E é aqui que começa a crise na família. Além disso, muitas famílias cristãs estão se espelhando em modelos pagãs, quando a Bíblia nos exorta para que não nos conformemos com este mundo. “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação de vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” Rom. 12:2. Vamos, pois, ver o que a Bíblia nos ensina sobre pais e filhos, direitos e deveres.
I- Os deveres dos pais são os direitos dos filhos
O relacionamento pais e filhos deve seguir o modelo do texto lido no início de nossa meditação. Este texto aponta os deveres dos pais. Os pais têm o dever de criar seus filhos na admoestação do Senhor, de acordo com o ensino bíblico. Mas criar filhos não é apenas colocá-los no mundo, consiste em dar alimento, roupa, moradia, educação, e principalmente cuidados espirituais. Não podemos ver uma pessoa separando físico, intelecto e espírito. Uma pessoa sadia o é nas três áreas aqui apresentadas, e é responsabilidade dos pais cuidar dos filhos nestas áreas. Esse é um direito que os filhos têm. Toda nossa vida gira em torno de nossos filhos. Estudamos e agora trabalhamos para dar o melhor que podemos para nossos filhos; mesmo que, as vezes, esse melhor não seja o que eles gostariam. Não é fácil enfrentar as noites de sono perdidas, quando os filhos nascem. Alguns trocam o dia pela noite por um bom tempo. Quanto cuidado nos primeiros anos de vida de uma criança? Quanta despesa com alimentação e remédios? Não é fácil manter uma casa e pagar o colégio, mas é o dever dos pais e direito dos filhos. Quantos pais que investem tudo que tem na educação dos filhos? Conheço alguns que venderam todo patrimônio para educar seus filhos. O investimento espiritual não fica por menos. Dar formação espiritual a um filho não é coisa fácil, mas é dever dos pais “Instrui o menino no caminho que deve andar e até quando envelhecer não se desviará dele” Prov. 22:6. Se um filho recebe amor, carinho, alimento, roupa, educação, cuidado com a saúde e espiritual, não tem o que reclamar de seus pais. Imagine quantas crianças estão dormindo nas ruas e comendo resto de comida encontrada no lixo? Imagine quantas crianças estão vivendo sem cuidados médicos e sem estudo? Temos direito de reclamar de nossos pais? Seremos melhores do que eles? Daremos a nossos filhos condições melhores das que recebemos?
II- Os deveres dos filhos também é direito dos pais
“Vós filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isso é justo”. Gostaria de saber se você, filho, tem obedecido a seus pais? Como você quer ter direito dentro de casa se não está cumprindo seu dever? Primeiro vem os deveres, depois os direitos. É lamentável o número de filhos que não estão cumprindo o dever; são rebeldes, desobedientes, maltratam os pais, tiram noites de sono, dão prejuízo financeiro, envergonham os pais, e querem ter direitos. A Bíblia diz: “Honra o teu pai e a tua mãe que é o primeiro mandamento com promessa. Para que te vá bem e vivas muito tempo sobre a terra” Como entender um filho crente que não cumpre seu dever para com seus pais? Um cristão autêntico obedece aos pais; não faz coisas erradas as escondidas. Há filhos enganando seus pais se apresentando como santos na frente, mas por trás são uns diabos. Nós precisamos aprender com a experiência de nossos pais, e além do mais, nossos pais sabem o que é melhor para nós; onde queremos ir, eles já passaram. Sabem o preço de alguns erros e gostariam que nós não tivéssemos que pagar tão caro por erros que podem ser evitados. Nossos pais desejam o melhor para nós. Por isso a obediência não deve ser apenas teoria, mas prática. Eu vejo tantos pais sofrendo pelo mal trato de seus filhos. Muitos vivem à base de calmantes. Não é brincadeira o investimento que os pais fazem em seus filhos, querendo o melhor, e depois muitos vêem seus sonhos e investimentos frustrados, perdidos, com filhos que jogam tudo fora. Só a misericórdia de Deus para consolar esses pais. Como filhos, precisamos valorizar o investimento e o trabalho de nossos pais. Honra o teu pai e a tua mãe – isso é levá-los em alta estima, é amar e respeitar os pais. Filhos desobedientes morrem cedo, a vida é ceifada. Quantos jovens que não ouvem seus pais e morrem em acidentes, brigas, drogas, etc. Devemos honrar nossos pais enquanto estão vivos e não apenas depois que estiverem mortos. Não adianta chorar junto ao caixão ou diante da sepultura depois que eles foram; devemos cumprir nosso dever agora, enquanto estão conosco.
III- Não podemos esquecer o que a Bíblia ensina sobre a lei da semeadura
Esta é a lei mais correta que existe. Muitos pais estão sofrendo hoje porque estão colhendo o que semearam no passado. Muitos pais, se pudessem voltar atrás, seriam filhos obedientes; pois foram rebeldes e hoje sentem na pele o que isso significa. Entendem que o fracasso que vivem hoje é conseqüência da negligencia no passado, é a colheita do que semearam. A Bíblia diz que o que semeia vento colhe tempestade. Ainda bem que podemos nos arrepender e pedir a Deus perdão por coisas erradas que praticamos. Deus quer e pode mudar nossa sorte, mas para isso precisamos reconhecer nossos erros e coloca-los no altar do Senhor pedindo-lhe perdão. Deus perdoa ao contrito de coração e lhe proporciona uma nova vida. Se você ainda não constituiu seu lar, mas reconhece que tem sido um filho rebelde, precisa mudar sua vida, seu relacionamento com sua família. A promessa de Deus cumpre sobre os que são bons filhos.
IV- O que fazer com os filhos que não querem cumprir seu dever
Até os 18 anos os filhos estão sob a responsabilidade dos pais. Eu diria, enquanto depender do sustento dos pais, devem obediência. Quem não quer cumprir seus deveres, perde seus direitos. Há um versículo na Bíblia que fala sobre os filhos rebeldes “Não sejais como o cavalo, nem como a mula, que não tem entendimento, cuja boca precisa de cabresto e freio” Salmos 32:9. O que se espera é que os filhos tenham entendimento, usem a razão e obedeçam aos seus pais voluntariamente; mas se não quiserem usar o bom senso, então precisam ser tratados como o cavalo e a mula, precisam de cabresto e freio. Nossos filhos precisam de parâmetros, precisam de disciplina, para que sejam úteis à comunidade e ao reino de Deus. Não há coisa mais feia do que ser filho rebelde, que se comporta como irracionais. Todos tem a liberdade que merecem; pois quando nossos filhos quebram os limites impostos, perdem a liberdade. Aquele filho que saia com os colegas e não respeita os horários e os tipos de ambientes que deve andar, perde a liberdade. É horrível para os pais perderem a confiança nos filhos, e isso acontece gradativamente, quando estes começam mentir e fazem coisas escondidos. O dever do filho é obedecer seus pais, é ser honesto, e isso ajuda na harmonia da família.
Conclusão
Pais e filhos devem cumprir seus deveres e estarão desfrutando de seus direitos, pois quando os pais cumprem seus deveres, os filhos recebem seus direitos e quando os filhos cumprem seus deveres, os pais recebem seus direitos. Esta é a orientação da Bíblia para a família. Cumpramos, portanto, nossos deveres no lar!

Pr. Cirino Refosco
cirinorefosco@pibja.org

2 Responses to “Pais e filhos – direitos e deveres”

  1. Muito bem colocado o assunto sobre pais e filhos, direito e deveres.
    Parabens!

  2. Amei esse assunto…
    Vou trabalhar em cima dele,pois
    tenho que dar uma palestra sobre
    e sei que vai me ajudar mt.
    Deus te abençoe!

mais sermões
anúncios